A Black Friday de 2020 está chegando, faltam 2 semanas para o grande dia 27 de Novembro, a edição deste ano será um pouco atípica por uma série de motivos, o principal é de ocorrer em um contexto de pandemia, porém as expectativas são altas. As vendas do comércio eletrônico devem crescem 27% na Black Friday deste ano em comparação com o mesmo período de 2019, segundo dados da Ebit Nielsen.

 

As marcas já estão se movimentando com promoções mais agressivas e benefícios diferenciados e por conta do surto do Covid-19 os consumidores estão evitando ao máximo gastar e sair de casa, por isso os descontos e benefícios precisam valer a pena, para atrair o consumidor a efetuar a compra.

Porém temos um fator bem importante, que é o aumento do consumo online, que vem crescendo mês a mês desde o começo da pandemia. Quem nunca tinha comprado online antes, passou a comprar, aquele que já comprava, passou a usar muito mais os ecommerces. De acordo com pesquisa realizada pela FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo) o comércio online passou a ser mais utilizado por 46% dos consumidores nos últimos seis meses.

É importante que os varejistas tenham uma estratégia bem definida para ganhar clientes com uma proposta de valor relevante e atraente. Vale lembrar que o potencial do mercado digital é gigante. No Brasil, há 230 milhões de smartphones, 150 milhões de usuários de WhatsApp e 80% de casas com acesso à internet.

Não preciso nem falar, que esse evento já caiu no gosto dos brasileiros, agora é hora de se preparar para usar a Black Friday como incentivo de compras, com descontos que chamem a atenção do consumidor. Além disso, lembre-se que a experiência do consumidor vai contar e muito no momento de decisão da compra.

Quais são os produtos mais vendidos nesta data?

De acordo com um estudo feito pelo site BlackFriday.com.br, celulares e smartphones são os itens mais procurados na data, sendo a intenção de compra de 36,5% dos 1.297 entrevistados. Em seguida, vêm os eletrodomésticos (36,3%) e TVs e vídeos (29,3%).

Os segmentos que têm mais ofertas são beleza, calçados, games, perfume e vestuário. Em relação às promoções, as maiores ocorrem no segmento de livros (em média 77%), que, contudo, não são a prioridade dos consumidores. Por outro lado, os smartphones, que estão entre os itens mais buscados, costumam ter descontos de apenas 21%. Mas há descontos que coincidem com a intenção de compra, como é o caso dos eletrodomésticos, que em geral têm cerca de 51% de redução no preço.

Como se planejar para a Black Friday 2020?

Para aproveitar ao máximo os benefícios das promoções que você pensa em oferecer na Black Friday, o mais importante de tudo é se planejar. Por isso, separamos algumas dicas para você fazer isso de maneira organizada.

  1. Escolha os produtos que terão descontos e crie um plano de divulgação

A primeira coisa que você precisa fazer é escolher quais produtos serão colocados à venda com oferta. Depois disso, faça um planejamento para divulgar suas promoções de Black Friday 2020. Selecione boas imagens dos produtos e faça a comunicação com antecedência. Não se esqueça de usar o gatilho da urgência, chamando a atenção para o estoque limitado e prazo curto das ofertas.

2 . Faça anúncios online

Uma das estratégias que você pode utilizar para atrair mais consumidores é utilizar plataformas de mídia e fazer anúncios dos seus principais produtos e promoções, com o intuito de converter ao máximo os consumidores para efetivarem à compra.

3. Prepare seu time de vendas

Seja como for seu fluxo de atendimento, é importante preparar sua equipe para o aumento no volume de vendas na Black Friday, converse com seus vendedores e oriente-os sobre quais serão as ofertas para não haver risco de desalinhamentos.

Revise também sua loja online para que ela esteja o mais otimizada possível para as vendas.

Dicas práticas para vender mais na Black Friday 2020

Embora cada segmento possa desenvolver estratégias diferentes para a Black Friday, há alguns pontos em comum que podem ser adotados por quase todos, que são:

  • Faça promoção dos produtos mais procurados;
  • Invista em divulgação online;
  • Não faça ofertas “maquiadas”;
  • Planejar as campanhas antes de colocá-las no ar;
  • Preparar-se para o aumento da demanda e vendas;
  • Utilize marketplaces para aumentar a exposição dos seus produtos.

Como a Nobeta pode ajudar na Black Friday 2020

Esperamos que você tenha entendido e tirado alguns insights do que esperar da Black Friday 2020 e como se preparar para ela. E, se você quer investir em anúncios para aproveitar ainda mais as oportunidades desta data, saiba que existe uma maneira muito fácil, que poderá te ajudar a alcançar muitos consumidores e aumentar suas vendas. Conheça os nossos formatos inovadores para divulgar as suas campanhas, na nossa rede que conta com mais de 52MM de usuários no Brasil e com mais de 250 sites de diversos segmentos.

Se você é um anunciante ou publisher, entre em contato com a Nobeta e entenda como podemos ajudar a fazer a sua Black Friday de 2020 um sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *